Resenha: Perfume de Hotel: Chile - Carla Pachêco



Autor: Carla Pachêco
Editora: Viva
Páginas: 96
Lançamento: 2014
Quem não ama um bom perfume? O perfume imprime o resultado da combinação entre a essência e a nossa pele, e é isto que dá o toque final a cada fragrância, que deixa no ar uma memória sem par de nós, e desperta para cada um diferentes sensações. PERFUME DE HOTEL traz em suas notas as impressões únicas e o aroma de cada lugar na visão da autora, que traduz de maneira deliciosa, leve, bem humorada, e rica em detalhes, os prazeres e descobertas dessa magia que é viajar, para quem gosta de conforto e sofisticação, mas sabe desfrutar dos pequenos prazeres, aprecia os detalhes, e se entrega as emoções de viver e partilhar recordações. Você não vai resistir ao poder do perfume!
Depois de passar por Nova York (resenha aqui) e se encantar com seu perfume, nesse segundo livro a gente viaja junto com a Carla para o Chile, e tenho certeza que é impossível não se entusiasmar com todos os passeios e acontecimentos relatados por ela.

Engana-se quem pensa que Perfume de Hotel é somente um diário de viagem, pois ele vai muito além disso. Rico em detalhes intimistas é praticamente impossível não sentir todas as fragrâncias que uma viagem pode proporcionar.

Começamos o livro com uma citação (parte da crônica "A Morte Devagar" de Martha Medeiros) que ao meu ver não poderia se encaixar em nenhum lugar melhor. Abriu o livro com chave de ouro além de fazer você refletir sobre vários aspectos da vida. 

E ao longo do livro, são várias reflexões e mensagens lindas que só quem aprecia a vida e seus pequenos detalhes consegue entender (não disse que o livro vai além de relatos?).

Uma viagem emocionante de sete dias com um grupo de quatro casais pelas paisagens chilenas... Como não se encantar pelo aroma das flores e se deliciar com os pratos, com as danças, com a cultura e com toda vastidão da Cordilheira dos Andes? 

Uma das coisas que mais achei incrível foi a vontade incontrolável de tomar vinho toda vez que a Carla relatava os passeios pelas vinícolas e o aroma inebriante do vinho chileno (e detalhe, eu não gosto de vinho). Fui levada totalmente pelo poder do perfume... (e da narrativa também)!

Temos também um capítulo onde conhecemos mais sobre o poeta chileno Pablo Neruda, e a visita a Isla Negra, onde estão seus restos mortais, foi o lugar que eu mais gostei!

Enfim, Chile já se tornou um país que eu preciso conhecer algum dia! Quer prova maior do que esta pra reafirmar o encanto deste livro?

0 comentários:

Participe

A Blogueira



Mari, ariana, apaixonada por livros, séries, filmes e maquiagem. Pretende cursar Relações Públicas e viajar o mundo inteiro. Quer saber mais? Acompanhe nas redes sociais...

Acompanhe

Fanpage

Leitores

Último Vídeo

Siga por E-mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Tutoriais de Beleza

PróximasResenhas

Todos os Posts