Como ser menos materialista?


Olá leitores e leitoras! Tudo bom?

Nesse mundo capitalista, nós ficamos muito consumistas, mas isso nem sempre faz bem à nossa saúde e nem ao nosso bolso, não é mesmo?! Abaixo temos dicas pra se desapegar e economizar! 

Fonte: SevenList

Resenha: Harry Potter e a Pedra Filosofal


Olá leitores e leitoras! Tudo bem?


Autor: J.K Rowling
Editora: Rocco

Páginas: 224
Lançamento: 2000
Conheça Harry, filho de Tiago e Lílian Potter, feiticeiros que foram assassinados por um poderosíssimo bruxo, quando ele ainda era um bebê. Com isso, o menino acaba sendo levado para a casa dos tios que nada tinham a ver com o sobrenatural pelo contrário. Até os 10 anos, Harry foi uma espécie de gata borralheira: maltratado pelos tios, herdava roupas velhas do primo gorducho, tinha óculos remendados e era tratado como um estorvo. No dia de seu aniversário de 11 anos, entretanto, ele parece deslizar por um buraco sem fundo, como o de Alice no país das maravilhas, que o conduz a um mundo mágico. Descobre sua verdadeira história e seu destino: ser um aprendiz de feiticeiro até o dia em que terá que enfrentar a pior força do mal, o homem que assassinou seus pais, o terrível Lorde das Trevas.O menino de olhos verdes, magricela e desengonçado, tão habituado à rejeição, descobre, também, que é um herói no universo dos magos. Potter fica sabendo que é a única pessoa a ter sobrevivido a um ataque do tal bruxo do mal e essa é a causa da marca em forma de raio que ele carrega na testa. Ele não é um garoto qualquer, ele sequer é um feiticeiro qualquer; ele é Harry Potter, símbolo de poder, resistência e um líder natural entre os sobrenaturais.
Como vocês já viram em alguns posts atrás eu resolvi reler Harry Potter esse ano, e como não tinha resenhas deles aqui, resolvi trazer-las atualmente no blog. É claro que a maioria das pessoas já leram ou já viram os filmes, mas o interessante é a experiência de reler o livro depois de tantos anos e com um olhar mais maduro.

Percebi o porquê de tanto sucesso entre o público infanto-juvenil da época até os dias atuais, é um livro destinado a eles. Se um adulto ler Harry Potter pela primeira vez não vai achar muitas novidades em relação a narrativa. 

Essa foi a principal diferença para mim, a história em si continua maravilhosa, mas a narrativa não me surpreende mais.

A história vocês já sabem, Harry Potter é um bruxinho que vai para a escola de magia, Hoggwarts, ao completar onze anos, e lá faz amizades e vive várias aventuras com seus novos amigos e, nesse livro em especifico, a aventura maior é em busca da roubada Pedra Filosofal.

Vou continuar relendo a saga, e vou contando para vocês se alguma coisa na minha releitura me chamar atenção. No mais, é sempre bom reler livros que nos marcaram em certo momento da nossa vida, e se você ainda não leu, vale a experiência. Creio que não vai ser a mesma daqueles que cresceram esperando ansiosamente o próximo livro da série, mas com certeza não será um desperdício do seu tempo.

TAG: Problemas de um Leitor


Olá Leitores!

Vou responder mais uma teg para vocês, achei ela muito bacana e espero que vocês gostem! Ela foi traduzida pelo canal All Pop Stuff!

Coisas para fazer sozinho(a)


Olá leitores e leitoras! Tudo bem?

O post de hoje é muito bacana, ele mostra que nós podemos sim ser a nossa própria companhia, e que podemos nos divertir sozinhos! 

Coisas que você pode fazer sozinho
Fonte: SevenList

Seriado: Grimm (Todas Temporadas)


Olá leitores e leitoras! Tudo bem?

Hoje trago para vocês uma resenha de todas as temporadas de Grimm, já que a mesma foi cancelada. Ela tem seis temporadas e vou tentar falar sobre elas sem dar nenhum spoiler pra vocês.

A primeira temporada estreou em 2011 com 22 episódios,  criada por David Greenwalt e Jim Kouf.

Conhecemos o detetive Nick Burkhardt que descobre ser descendente de uma antiga sociedade secreta chamada Grimm. A sua missão é proteger os humanos dos "wesen" malvados, que são uma espécie diferente da nossa com alguns poderes especiais. Ele mantém uma vida dupla e esconde esse segredo de sua noiva Juliette e seu parceiro de trabalho Hank.


Com a ajuda de seu novo amigo Monrou, que é um wesen da espécie Blutbad, e Rosalee, uma Fuchsbau, ele vai aos poucos desvendando os mistérios desse novo mundo. Temos também algumas incógnitas na série, que não sabemos suas reais intenções, como o Capitão Sean Renard, chefe de Nick e Hank. 

Na segunda temporada, Nick Burkhardt reencontra sua mãe e com a ajuda dela vai melhorando suas habilidades, e passa a ser um alvo maior das criaturas do mal. Conhecemos mais também sobre o misterioso Capitão Sean Renard e suas intenções. Hank já sabe sobre o segredo do amigo e o ajuda nas suas missões. Adalind Schade, uma Hexenbiest, se torna vilã nessa temporada e para se vingar de Nick faz maldades com sua noiva, Julliete. Adalind engravida do Capitão Sean, e sua criança vai movimentar a série até o final.


Na terceira temporada a filha de Adalind nasce, mas logo é tirada da mãe, e uma luta pela posse da menina começa, como eu disse essa menina será assunto por muito tempo... No meio disso, continuamos com os casos de investigação do detetive, o que tira um pouco o foco da criança de Adalind.

A quarta temporada Julliete passa por uma transformação e sua relação com Nick muda completamente, Adalind continua na busca por sua filha, e para isso se volta conta Nick. No final da temporada, uma morte choca todos nós... Mas é claro que não vou dizer quem né... Sem contar de um novo grupo chamado "Garra Negra" que apresenta uma nova ameaça para todos.

Chegamos na quinta temporada, e infelizmente tudo que eu falasse aqui seria um spoiler pra quem não viu as demais temporadas, só posso dizer que muitas reviravoltas aconteceram, casais e alianças improváveis se formaram e, claro que isso não agradou muita gente, mas depois acostumamos com os novos rumos da série.


Como eu amava a série, fiquei chateada com o anúncio de seu fim na sexta temporada, mas agora, deixando as emoções de lado, percebo que a série já tinha se esgotado, e não seria mais possível mantê-la sem ser forçado demais. A sexta temporada foi o desfecho da história, mas não me agradou nenhum pouco, achei bem apelativo e apressado demais. 

Entretanto, Grimm é uma das minhas séries favoritas e não tem como eu não indicá-la, especialmente para as pessoas que gostam de uma pegada mitológica (eu amo).

Espero que tenham gostado da resenha de hoje! E vocês, já assistiram alguma temporada de Grimm ou toda a série como eu? O que acharam? Comentem aqui em baixo!

A Blogueira





Acompanhe

Fanpage

Instagram

Leitores

Youtube

Último Vídeo

Siga por E-mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

PróximasResenhas

Todos os Posts