Resenha: Harry Potter e o Cálice de Fogo


Olá leitores e leitoras! Tudo bem?

Dando continuidade com o projeto "Relendo Harry Potter" (Sorteio | Harry Potter e a Pedra Filosofal | Harry Potter e a Câmara Secreta | Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban), hoje trouxe para vocês a resenha do quarto livro da saga. 

Autor: J.K Rowling
Editora: Rocco
Páginas: 587
Lançamento: 2001

O ano letivo já começa agitado. Harry volta para a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts para cursar a quarta série. Acontecimentos inesperados – como, por exemplo, a presença de um novo professor de Defesa contra as Artes das Trevas e um evento extraordinário promovido na escola – alvoroçam os ânimos dos estudantes. Para surpresa de todos não haverá a tradicional Copa Anual de Quadribol entre Casas. Será substituída pelo Torneio Tribuxo, uma competição amistosa entre as três maiores escolas européias de bruxaria — Hogwarts, Beauxbatons e Durmstrang — que não se realizava havia um século. A competição é dividida em tarefas, cuja finalidade é testar a coragem, o poder de dedução, a perícia em magia e a capacidade de enfrentar o perigo dos campeões. Liderados pelo professor Dumbledore, os alunos de Hogwarts terão de demonstrar todas as habilidade mágicas e não-mágicas que vêm adquirindo ao longo de suas vidas.

As coisas começam a ficar intensas para Harry e seus amigos nesse quarto livro da saga. Harry começa a ter sonhos bem reais com o perigoso Lord Voldemort, mas tenta se distrair com a Copa Mundial de Quadribol que se aproxima. 

Mas o que acontece lá não é nada legal, por lá apareceram os Comensais da Morte, seguidores do Você-Sabe-Quem, e sua marca foi conjurada no céu pela primeira vez em 13 anos.

De volta a escola os alunos descobrem que um torneio acontecerá, reunindo três escolas de magias, cada uma representada por um aluno (proibido para menores de 17 anos) escolhido pelo Cálice de Fogo.

Mais uma coisa inesperada aconteceu, o Cálice escolheu quatro alunos, Harry Potter entre eles, contrariando as regras de idade do torneio. Todos ficam bastante preocupados e desconfiados de quem poderia ter colocado o nome de Harry dentro do Cálice e o porquê. Porém, agora já estava feito, ele teria que se preparar para competir.

O suspense da história gira em torno desse mistério, seria mais uma vez um plano do Lorde das Trevas? 

Enfim, como em todos os outros, somos surpreendidos no final. Ansiosa para reler o próximo!

0 comentários:

A Blogueira





Acompanhe

Fanpage

Instagram

Leitores

Youtube

Último Vídeo

Siga por E-mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

PróximasResenhas

Todos os Posts