Crítica | Black Mirror: S02E03 - Moment Waldo


Olá leitores! Tudo bem?

Chegamos ao terceiro episódio da segunda temporada de Black Mirror!


Confesso que esse episódio não prendeu muito a minha atenção como os outros, foi um pouco decepcionante. Contudo, o que ele critica fica muito mais transparente em relação aos anteriores.

Em Moment Waldo vemos um mascote virtual de um programa de TV, ele é bem "escrachado", irônico, ácido e debochado em seus comentários, fala palavrão e etc... Numa dessas ele critica um candidato político, e ganha fama por isso. O clamor das pessoas por ele é tão grande que ele se candidata também (sim, o personagem, não o comediante por trás dele).


Resumindo, na série um "personagem" vem a se candidatar e ser adorado pelo povo. E por que? Qual a semelhança com o que vivemos?

Bom, na minha singela opinião temos aqui um cenário onde o povo está totalmente desacreditado na política. E com razão, porque são escândalos atrás de escândalos... 

Mas esse descrédito é muito perigoso, porque qualquer coisa que se oponha ao padrão do "político engravatado", se torna um herói. Waldo consegue isso devido ao seu jeito de falar, sem pudor, sem promessas, falando o que quer, e falando a "verdade". Mas isso não o qualifica para absolutamente nada.

É nesses momentos que extremistas ganham força. É só olharmos para o EUA, quem é o atual presidente? Ou melhor, para o nosso próprio país... A população está tão desacreditada que quando aparece uma pessoa que claramente não tem preparo nenhum (sabe-se disso através de seus discursos), mas que usa de qualificações "não políticas" (não fala bonito, não mente, não promete e não é corrupto, como se isso já não fosse sua obrigação) para se tornar o "salvador da nação" (não são assim que ditaduras nascem?).


A realidade é que essas pessoas são "Waldos", personagens que não irão mudar nada (sorte se não retroceder em algum aspecto), simplesmente porque não existem (ou não são qualificados pra tal). Usa- se de um discurso anti-política, como se a política fosse a vilã e não os políticos que a representam.

Não existe político heroi, o povo tem que parar de glorificar pessoas que estão lá para nos servir. Sim, são servidores como qualquer outros, e estão lá trabalhando pra gente, não o contrário.

Um comentário:

  1. É verdade mesmo quando diz que o que não falta são "Waldos" por aí.
    E na falta de bons políticos,o povo voto sem pensar nas consequências futuras.
    Eu confesso que nas últimas eleições estava tão desacreditada,que não fui votar. É um erro eu sei!
    Mas não fui por acreditar que nenhum deles representaria o que eu realmente esperava.
    Bem, esse personagem de forma irônica representa mesmo a situação atual.
    Votam em palhaços!

    ResponderExcluir

A Blogueira



Mari, ariana, apaixonada por livros, séries, filmes e maquiagem. Pretende cursar Relações Públicas e viajar o mundo inteiro. Quer saber mais? Acompanhe nas redes sociais...

Acompanhe

Fanpage

Leitores

Último Vídeo

Siga por E-mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Tutoriais de Beleza

PróximasResenhas

Todos os Posts