Seriado: Girlboss - 1° Temporada



Duração: 30 minutos
Nº de episódios: 13 episódios
Exibição: 2017
Emissora: Netflix
Gênero: Comédia
Elenco principal: 
Britt Robertson, Ellie Reed, Alphonso McAuley...  
A desajustada Sophia (Britt Robertson) é vidrada em moda. Ela então decide transformar essa paixão em negócio. Sophia começa a vender suas roupas usadas pela internet e cria a empresa Nasty Girl. Agora, ela precisa encarar os desafios de comandar um grande negócio e ser sua própria chefe.
A série do momento e muito comentada por aí não poderia passar despercebido pelos meus sentidos aguçados, haha!

Comecei a assistir a série sem nenhuma pretensão e ~tcharã~ eu não me frustrei igual muitas pessoas por aí.

Essa série tem 13 episódios de meia hora cada, ou seja, bem fácil de 'maratonar' e acabar rapidinho. É uma comédia, portanto não espere uma série cheia de mensagens e lições morais, é mais uma série para se divertir, passar o tempo e etc.

Ela foi baseada em um livro autobiográfico de Sophia Amoruso, mas segundo eles muitas coisas na série são fictícias. Seria um pouco surreal mesmo todos aqueles altos e baixos que a protagonista enfrenta.

Por falar nela, Sophia vem sendo odiada por muitas pessoas, porque ela é arrogante, egoísta, rebelde e grossa na maioria das vezes, e etc... Mas, para mim, o que ficou foi a imagem de uma mulher um pouco imatura que não gosta muito de seguir regras. Tem algum problema nisso? Acho que não. E seu sucesso se baseia exatamente na coragem de seguir rumos que todos desacreditavam. 

Sophia Amoruso começa a construir sua carreira do nada. Comprando roupas "vintage" em brechós e reconstruindo-as para vendê-las online, na sua loja 'Nasty Gal' (essa parte é verdadeira, essa loja existe e hoje ela é milionária). Claro que muitas coisas não dão certo no caminho e eu me diverti muito com as situações que ela passava. 

A mensagem que ficou para mim foi que não devemos ter medo de falhar. E não acho que é uma série só para mulheres, independente do nome, todos podem assistir. 

4 comentários:

  1. Oie, apesar da série não ser totalmente baseada em fatos reais, gosto de ver personagens progredindo no caminho que escolheu.
    E quem é totalmente perfeito(a)?!

    A vida não é fácil. E um pouco de rebeldia não faz mal a ninguém.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, ninguém é perfeito, e geralmente são os mais ousados que se sobressaem! Bjss

      Excluir
  2. Mari!
    Talvez não seja uma série que eu acompanhe, mas gostei de ver a obstinação dela em começar do nada de perder tudo e recomeçar.
    Boas essas séries baseadas em fato reais.
    “Preferi sempre a loucura das paixões à sabedoria da indiferença.” (Anatole France)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA ABRIL especial de aniversário, serão 6 ganhadores, não fique de fora!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto, me sinto motivada a seguir os meus objetivos! Bjss

      Excluir

A Blogueira



Mari, ariana, apaixonada por livros, séries, filmes e maquiagem. Pretende cursar Relações Públicas e viajar o mundo inteiro. Quer saber mais? Acompanhe nas redes sociais...

Acompanhe

Fanpage

Leitores

Último Vídeo

Siga por E-mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Tutoriais de Beleza

PróximasResenhas

Todos os Posts