Crítica | Black Mirror: S03E02 - Versão de Testes

em 14 de mai de 2019

Olá leitores, tudo bem? 
Hoje vou compartilhar com vocês a minha opinião sobre o segundo episódio da terceira temporada de "Black Mirror" da Netflix, espero que gostem!



Continuando com as resenhas de Black Mirror, chegamos no segundo episódio da terceira temporada, chamado Versão de Testes. Com certeza, um dos episódios mais aterrorizantes até agora...

Cooper é um americano que vive viajando pelo mundo e ignorando as ligações de sua mãe. Em Londres, ele conhece Sonia através de um aplicativo de encontros, e se tornam amigos. Antes de voltar para casa, seu cartão de crédito decide não funcionar, e para arrumar dinheiro Sonia sugere a ele um emprego para testar jogos de realidade virtual.

Nesse jogo, é instalado um chip na nuca do jogador com o software do jogo. Daí começa a simulação em uma mansão onde ele terá que enfrentar seus maiores medos. Primeiro aranhas, depois um cara que o espancava na infância. Mesmo sabendo que tudo é apenas um jogo, Cooper tem dificuldades de diferenciar o que é verdade ou não.


As coisas começam a ficar estranha quando Sonia aparece o alertando que ele corre perigo, que várias pessoas já morreram testando esse jogo. Não se sabe se ela é real ou não, se ela trabalha para a empresa ou não, se tudo foi uma armadilha ou não.

Depois disso, outros medos vão surgir, ainda piores, e o final do protagonista é angustiante.

Esse episódio, na verdade, tinha tudo para ser um dos melhores, porém não trouxe nenhuma reflexão sobre os comportamentos da humanidade em relação à tecnologia. Foi um episódio que fugiu da premissa da série, contudo a história foi bem envolvente de se acompanhar...

E você, já assistiu ou pretende assistir? Conte aí nos comentários..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo