Crítica | Black Mirror: S03E04 - San Junipero

em 11 de jun. de 2019

Olá leitores, tudo bem? 
Hoje vou compartilhar com vocês a minha opinião sobre o quarto episódio da terceira temporada de "Black Mirror" da Netflix, espero que gostem!



Diferentemente dos outros episódios que já abordam o futuro diretamente, esse nos levou para a década de 80. Yorkie é uma jovem nerd bem recatada, já Kelly é uma mulher disposta a curtir a vida, experimentando de tudo. As duas se conhecem em um bar em San Junipero, que dá o nome do episódio.

Yorkie se apaixona como já era previsto, mas Kelly some sem dar notícias. Daí quando elas se reencontram, nos é revelado uma história totalmente além de um simples romance entre duas mulheres. Estamos no futuro, ambas as protagonistas já são idosas, e a cidade na verdade é uma dimensão virtual, e que quando as pessoas morrem, deixam ali sua "consciência" vivendo eternamente dentro dessa realidade virtual (fazendo uma alusão ao paraíso).


Yorkie está em estado vegetativo e atrás de sua eutanásia para poder "viver" permanentemente naquele software e convida Kelly para ficar ali com ela, mas Kelly já foi casada e teve um filha, ambos mortos e ela não sabe se quer "viver" ali sabendo que seus familiares não estão ali...

Um dos meus episódios favoritos da série até aqui, até que ponto preferimos o mundo virtual do que a vida real?

E você, já assistiu ou pretende assistir? Conte aí nos comentários...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo