Resenha: A Garota do Trem - Paula Hawkins

em 25 de abr de 2019

Olá leitores, tudo bem? 
Hoje vou compartilhar com vocês a minha opinião sobre o livro "A Garota no Trem" da autora Paula Hawkins, espero que gostem!


Autor: Paula Hawkins
Editora: Galera Record
Páginas: 378
Lançamento: 2015
"Todas as manhãs, Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas dágua, pontes e aconchegantes casas.Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes a quem chama de Jess e Jason , Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess na verdade Megan está desaparecida.Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos. Uma narrativa extremamente inteligente e repleta de reviravoltas, A garota No Trem é um thriller digno de Hitchcock a ser compulsivamente devorado."
Eu estou em uma "vibe" muito devoradora de thrillers, estou amando esse estilo de leitura, e quando li este livro não me arrependi, ele é muito bom... Tão bom que foi adaptado para os cinemas, o filme ficou bem fiel ao livro e tão bom quanto (tem resenha dele aqui no blog também).

Então vamos a história... Rachel é uma mulher complicada, seu casamento acabou e ela ainda não superou o fato de seu ex ter seguido com sua vida, por isso ela afoga as mágoas em bebidas e chega a ter lapsos de memórias de tão alcoolizada que fica. 

Todos os dias ela pega o trem de sua cidade para Londres, e é da janela do trem que ela observa diariamente a vida de um jovem casal apaixonados que vivem no mesmo bairro que ela vivia com o ex marido. Em sua cabeça ela imagina um relacionamento perfeito, mas tudo isso muda quando em uma manhã no trem ela vê a mulher com outro cara (que no caso não é seu marido)...

Essa mulher é a Megan, que tinha tudo para viver uma vida feliz, mas ela tem uns traumas do passado que a fazem ser meio contraditória (ao longo do livro a gente descobre que traumas são esses, mas até isso acontecer, eu fiquei com muito ranço da Megan, porque ela é muito egoísta, não pensa em ninguém, apenas nela mesma).

Outra personagem é Anna, a atual mulher do ex da Rachel, eles têm uma filha juntos, e ela não aguenta mais as ligações e perseguições de Rachel, embora seu esposo não pareça se incomodar.

A história acontece em torno do desaparecimento de Megan, aós uma briga com seu esposo. E Rachel se vê na obrigação de contar o que viu na manhã quando estava dentro do trem. O que nem ela e nem nós leitores imaginamos, é que a história dela tem muito a ver com tudo o que está acontecendo, e ela é uma peça importante para descobrir o que aconteceu com Megan.

Eu adorei este livro, ele é muito envolvente apesar de algumas partes a Rachel ser bem chatinha (supera logo, mulher), a gente percebe que ela é uma boa pessoa. A narrativa é feita a partir dos pontos de vista dessas três mulheres, o que deixou tudo mais interessante, pois é possível enxergar um cenário maior do que apenas o da protagonista. 

E você, já leu ou assistiu o filme? Conte aí nos comentários...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo