Resenha: Will & Will: Um Nome, Um Destino - John Green, David Levithan

em 14 de mar de 2019


Olá leitores, tudo bem? 
Hoje vou compartilhar com vocês a minha opinião sobre o livro "Will & Will" dos autores John Green e David Levithan, espero que gostem!


Autor: John Green, David Levithan
Editora: Galera Record
Páginas: 352
Lançamento: 2013
"Em uma noite fria, numa improvável esquina de Chicago, Will Grayson encontra... Will Grayson. Os dois adolescentes dividem o mesmo nome. E, aparentemente, apenas isso os une. Mas mesmo circulando em ambientes completamente diferentes, os dois estão prestes a embarcar em um aventura de épicas proporções. O mais fabuloso musical a jamais ser apresentado nos palcos politicamente corretos do ensino médio."
Will Grayson é um menino normal, de poucos amigos, Jane é uma delas e também o ícone Tiny, inclusive ele rouba a cena várias vezes com seu humor debochado e personalidade cativante.

O outro Will Grayson é um cara que sofre com depressão e ainda não assumiu sua homossexualidade e que fica bem chateado com sua amiga Maura que finge ser um crush do Will pela internet, o menino tava todo apaixonado e descobre que seu "webnamorado" nunca existiu... 

Até que um cruza a vida do outro e mudanças começam a acontecer, principalmente na vida do "outro" Will, é uma jornada de aprendizado narrada de forma simples com um tema delicado.

Para quem já leu outras obras desses autores fica nítido quem está narrando qual personagem e sua história. Enquanto a parte do John Green tem aquela pegada mais divertida, a do David Levithan tem uma pegada mais dramática.

Confesso que antes de ler o livro eu achava que ambos os protagonistas iriam viver um romance, e o fato deles não se relacionarem intimamente me surpreendeu um pouco.

Enfim, já li quase todos os livros do John Green (resenhas disponíveis aqui no blog) e li o livro "Todo Dia" do David Levithan (também resenhado aqui no blog) e achei simplesmente maravilhoso! 

Este livro é um daqueles para se ler em um dia, de forma bem descontraída, super indico para vocês! 

Um comentário:

  1. Mari!
    O que mais gosto no Leviathan é que ele levanta a bandeira contra o preconceito gay.
    E em sua escrita leve e hilária nos proporciona uma leitura real de entretenimento, ao tempo que nos faz refletir sobre o preconceito social.
    Não li ainda esse, mas espero em breve ter a oportunidade.
    Cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir

Topo