Como cuidar melhor dos seus livros?


Oi pessoal, tudo joia?

Preparei algumas dicas pra vocês cuidarem direitinho dos seus preciosos livros. Afinal, ninguém quer ver seus livros sujos, amassados, amarelados ou danificados!



Primeiramente, temos que tomar cuidado com o ambiente que guardamos nossos livros. Não pode ser um lugar totalmente fechado, mas sim arejado, para que os livros possam “respirar”. Tome cuidado também com lugares muito úmidos, pois pode ajudar na proliferação de fungos. Não deixar exposto a luz do sol também faz diferença, pois pode amarelar as páginas.

Na hora da limpeza, passe somente um pano seco, sem nenhum produto quimico, pois o mesmo pode danificar a estrutura do papel. Manter sempre o lugar onde os livros estão limpos é essencial retirando sempre a poeira acumulada. É bom também folhear sempre os livros para que as páginas não fiquem ressecadas.

Na hora de ler alguns cuidados são muito importantes: 
  • Sempre use um marcador de páginas, nada de dobrar a página ou marcar com o marcador que vem no livro.
  • Não coma ou beba perto do seu livro, e sempre se lembre de não pegar nele com as mãos engorduradas.
  • Não abra totalmente o livro, isso pode danificar a lombada. 
  • Evite usar saliva para virar as páginas, pode deixá-las amareladas.
Tome cuidado também com traças! O bicho mais perverso do mundo! Onde já se viu ter como prato predileto os nossos preciosos? Para evitá-las muitas pessoas usam naftalina, eu particularmente não gosto, pois deixa um cheiro horrível nos livros. Hoje já existem alguns produtos específicos pra isso e que não tem um cheiro tão ruim.


Espero que tenha ajudado. Beijos!

Resenha: Mogli - O Menino Lobo



Direção: Jon Favreau
Estreia: 14/04/2016 (Brasil)
Duração: 105 minutos
Origem: Estados Unidos da América
Classificação indicativa: Maiores de 10 anos
Mogli (Neel Sethi) é um menino criado por uma família de lobos. Mas Mogli sente que não é mais bem-vindo na floresta quando o temido tigre Shere Khan (voz de Idris Elba), que carrega cicatrizes causadas por caçadores, promete eliminar o que ele considera uma ameaça. Forçado a abandonar o único lar que conhece, Mogli embarca em uma cativante jornada de autoconhecimento, guiado pela pantera e mentora Bagheera (voz de Ben Kingsley) e pelo alegre urso Baloo (voz de Bill Murray). Pelo caminho, Mogli encontra criaturas da selva que não são exatamente bondosas, incluindo Kaa (voz de Scarlett Johannsson), uma cobra cuja voz sedutora e olhar penetrante hipnotizam o menino-lobo, e Rei Loiue (voz de Christopher Walken), o nobre de fala mansa que tenta convencer Mogli a contar o segredo da ilusória flor vermelha mortal: o fogo.

Estreou nesse mês a versão live-action do clássico infantil 'Mogli - O Menino Lobo' e já chegou a marca de US$ 300 milhões em bilheteria no mundo todo.

O pequeno Mogli (interpretado por Neel Sethl, que é um lindo, vontade de apertar) foi criado pela pantera Baghera e pelos lobos na selva. Lá ele aprende a viver como os lobos, mas sempre escondia alguns truques usados pelos humanos e estranhos para os animais. 



Porém com a chegada do tigre Shere Khan, Mogli teve que fugir da selva e embarcar em uma aventura onde conhece outros animais, como seu novo amigo urso Baloo (uma comédia), e alguns nem tão amigáveis assim, como a serpente Kaa e o rei símio Louie.

O filme é muito lindo, engraçado e emocionante! Eu adorei todos os efeitos especiais e todo enredo do filme, do começo ao fim. Além da mensagem que ele deixa, que é bastante bonita.



Mais o que mais me surpreendeu foi Neel Sethl, o ator de 10 anos que interpreta o Mogli. Muito simpático, extrovertido, divertido, fofo (vontade de adotar) e um ótimo ator!

Na dublagem temos Alinne Moraes dando voz para a cobra Kaa, Thiago Lacerda dublando o tigre Shere Khan, Marcos Palmeira o divertido urso Balu, Tiago Abravanel dando voz ao Rei Louie, Dan Stulbach como a pantera Bagheera e Julia Lemmertz dublando a loba Rakcha.





O filme ainda está em cartaz então corre para os cinemas!


Confira o trailer:



Ressacas Literárias


Olá pessoas, como vão?

Gente, estou de ressaca! Fiquei até tarde fora, me diverti demais, e agora que acabou estou nessa bad.

Como faz pra voltar? Será que vai ter um próximo encontro? Como lidar com essa sensação horrível de estar vivendo uma ressaca literária? Sim, isso existe!


Sabe quando você termina um livro, mas ele ainda continua habitando a sua mente? E aí você não consegue começar nenhum outro, porque você ainda não se deu conta de que a vida continua aqui fora? Isso acontece constantemente, não só comigo, mas com vários leitores.

Quando a história é muito envolvente e cativante ficamos presos á leitura de uma forma tão intensa que desejamos chegar no final rapidamente, e quando finalmente conseguimos, aquele vazio existencial pós-leitura vêm pra nos assombrar.

E quando o livro não é aquilo tudo que esperamos? Ai é pior ainda, criamos expectativas pra depois: nada! Ai a ressaca é revoltante! “Como assim acabou desse jeito?”, “Não deveria ter acabado assim!”, “Tem que ter alguma continuação isso aqui, não é possível!”, “Não é possível que ele morreu? Como assim?”

Tudo isso é bem comum na vida de apaixonados pela leitura, mas a questão que não quer calar: tem cura?

Até hoje não achei nenhuma e nem nunca ouvir falar de alguém que tenha achado, acho que é só o tempo mesmo. Como diz o ditado: Só curamos um amor com outro amor. Com livros deve ser parecido…


Bombom de Ler


Quem já teve oportunidade de comprar as novas caixas de bombom da Garoto ou da Nestlé, com certeza já deve ter reparado no novo projeto "Bombom de Ler". O intuito dessa promoção é incentivar a leitura!



Dentro da caixa você encontra um código e através dele pode fazer o download de um e-book dentre os dez disponíveis na promoção e você pode ler em qualquer lugar pelo site da Amazon. Essa promoção está acabando, vai até o dia 30/04, então corre lá e participa!


Resenha: Fazendo meu Filme (1,2,3,e 4) - Paula Pimenta


Oi meus queridos, tudo bem?

Hoje resolvi fazer diferente, uma resenha dos quatro livros da série de uma vez! Vamos lá?


Autor: Paula Pimenta
Editora: Gutenberg
Páginas: 336
Lançamento: 2009

Fazendo meu filme é um livro encantador, daqueles que lemos compulsivamente e, quando terminamos, sentimos saudade. Não há como não se envolver com Fani, suas descobertas e seus anseios, típicos da adolescência. Uma história bem-humorada e divertida que conquista o leitor a cada página.Seja a relação com a família, consigo mesma e com o mundo; seja a convivência com as amigas, na escola e nas festas; seja a relação com seu melhor amigo e confidente. Tudo muda na vida de Estefânia quando surge a oportunidade de fazer um intercâmbio e morar um ano em outro país. As reveladoras conversas por telefone ou MSN e os constantes bilhetinhos durante a aula passam a ter outro assunto: a viagem que se aproxima.
É sobre isto que trata este livro: o fascinante universo de uma menina cheia de expectativas, que vive a dúvida entre continuar sua rotina, com seus amigos, familiares, estudos e seu inesperado novo amor, ou se aventurar em outro país e mergulhar num mundo cheio de novas possibilidades. As melhores cenas da vida de Fani podem ainda estar por vir.
Neste primeiro livro da série, conhecemos Fani, uma adolescente mineira (me identifiquei muito com o livro porque ele se passa em BH, e pra quem não sabe eu moro aqui haha) com seus dilemas típicos dessa fase da vida. 

Ela está no ensino médio, e detalhe: Ama filmes. O desenrolar da história gira em torno das amizades, das paqueras e conflitos que na fase da adolescência são bem comuns. Tem também a famosa "friendzone", aquela admiração secreta pelo teacher gato e várias outros acontecimentos bem legais. 

Autor: Paula Pimenta
Editora: Gutenberg
Páginas: 328
Lançamento: 2009
Depois de conquistar milhares de leitores e leitoras, a nossa doce e querida Fani volta ainda mais divertida e encantadora. O segundo volume do livro Fazendo meu filme apresenta as aventuras de Estefânia Castelino Belluz na terra da rainha. Sim, na Inglaterra! Longe do grande amor, ela passa por momentos de alegria, dor, saudade, tristeza e, mais do que isso, pode conhecer melhor a si mesma. Sem deixar de lado suas amigas inseparáveis e sua família, ela consegue, no outro continente, viver momentos cheios de suspense, revelações, aventuras, descobertas e emoções fortíssimas! Feliz, triste, preocupada, ansiosa, temerosa, otimista, insegura, cheia de si, apaixonada, desiludida, seja como estiver, Fani mostra a cada página deste livro que não é mais aquela menina tão frágil que muitas vezes se escondia por trás de sua timidez.Mais do que a história de uma adolescente que se encoraja a fazer intercâmbio e morar fora por um ano, este livro fala de um grande e delicado amor. Em meio a uma avalanche de sentimentos e acontecimentos surpreendentes, ela consegue viver intensamente na Inglaterra, conhecendo pessoas que conquistam seu coração e sua amizade para toda a vida. Porém, o melhor filme de sua vida ainda está para ser contado, ou melhor, vivido.
No segundo livro, Fani já tinha se acertado com o lindo do Leo, mas resolve ir para a Inglaterra fazer seu intercâmbio. Lá ela é muito bem recebida e faz novas amizades. A trama no livro se dá pelo fato da distância dela e do Leo e também pelo surgimento de um novo gatinho chamado Christian que mexe com o coração da nossa Fanizinha. E ai, será que ele resistirá a tentação? 

Autor: Paula Pimenta
Editora: Gutenberg
Páginas: 424
Lançamento: 2010
Um turbilhão de sentimentos e emoções. Assim podemos definir o terceiro volume de Fazendo meu filme. No mais intenso livro da consagrada série, Fani, agora com dezoito anos, volta da terra da rainha mais segura, mais madura, e logo se dá conta de que já não é mais a mesma menina que viajou para a Inglaterra, cheia de anseios e temores. Agora, as expectativas estão voltadas para o vestibular e o tão sonhado namoro com Leo. Mas, como em um bom filme, sua vida é cheia de surpresas, alegrias, decepções e conflitos. Estefânia Castelino Belluz terá de fazer escolhas difíceis e corajosas.Seja em confusões no namoro, nas dúvidas do vestibular, nas relações com a família ou com as amigas, Fani passa por várias novas experiências e continua a fazer o seu filme, por caminhos às vezes cheios de romance e felicidade, às vezes duros e nebulosos.
A envolvente série, que já conquistou milhares de leitores e leitoras em todo o Brasil, promete, neste terceiro livro, muito mais emoções. E o comovente filme de Fani continua a ser escrito...
Fani volta do seu intercâmbio, agora com 18tão, e um novo dilema começa na história, dela e da maioria de jovens nessa idade: passar no vestibular e decidir a carreira que quer seguir na vida. E não para por aqui, ela ainda tem que lidar com sua "primeira vez". Seu namoro com Leo ia dando tudo bem, até que um fantasma do passado, chamado Christian, resolve entrar em cena, ai já viu né... O final desse livro é de partir o coração gente, sério!

Autor: Paula Pimenta
Editora: Gutenberg
Páginas: 608
Lançamento: 2012
O destino pode ser cruel, como sua cartomante disse. O amanhã pode não existir, como escrevem os poetas. O mundo pode até acabar, como os cientistas preveem. Mas nada vai ter força para apagar o meu sentimento. Você pode ir para longe, se esconder, sumir. Mas eu vou continuar te amando. Para sempre.”Depois de uma ríspida separação, Fani e Leo agora têm que seguir caminhos diferentes. Porém, as juras de amor feitas no passado deixaram marcas profundas em seus corações, e, mesmo anos depois, eles ainda sentem as consequências daquele trágico dia. Será preciso mais um encontro, para que eles possam finalmente entender o que houve e libertar um ao outro? Ou será que isso de¬vastaria ainda mais o seu destino?Acompanhe os apaixonantes personagens de Fazendo meu filme no livro final da série best-seller que conquistou milhares de lei¬tores e leitoras em todo o Brasil.
Não perca o desfecho dessa emocionante história de amor e prepare-se para torcer muito pela nossa querida Fani, nas cenas finais da sua busca pelo merecido final feliz.
Fani foi pra Hollywood estudar cinema, lá ela faz novas amizades, vive novos romances... Enfim, depois de cinco anos, já formada e trabalhando em uma pequena produtora, é convidada por um site brasileiro para dar uma entrevista sobre o seu TCC, já prevendo que ela seria uma cineasta de sucesso.

Na segunda parte do livro, quem narra é o Leo, contando também um pouco da sua vida durante esses cincos anos. Recentemente, ele e um amigo criaram um site chamado Cinemateka. E olha pra você ver como é a vida... Esse mesmo site que queria entrevistar a Fani.

Ai começa a terceira parte do livro, com os capítulos intercalados entre a Fani e o Leo, e o reencontro dos dois, que vai ser regado de conflitos e muitas emoções, já que o Leo está noivo... Ixi! Será que esse filme vai ter um final feliz?

................................................................................................................

Bom, os quatro livros são maravilhosos! Eu amei todos eles, o último principalmente.

A narrativa do livro é leve e envolvente, cheio de bilhetinhos, conversas por e-mail e facebook, que deu um ar de jovialidade pro livro. Nada mais óbvio, já que é um livro indicado pra jovens!

Realmente fiquei encantada e viciada com a história, me identifiquei muito, não só pelo lugar, mas também pelos dilemas vividos pelos personagens.

Tentei fazer as resenhas individuais bem curtinhas e enxutas, sem dar spoiler de um livro pra outro, espero que vocês tenham gostado!

Pessoas que gostam de ler são as melhores para se apaixonar


Olá meus queridos, tudo bem?

Saiu um estudo recentemente afirmando que pessoas que gostam de ler são as melhores para se apaixonar (tá, eu sei que sou apaixonante), será que é verdade isso?

Bem, a escritora norte-americana Lauren Martin do site Elite Daily provou isso cientificamente.

Pra isso ela citou um estudo de 2006 e 2009 que diz que aqueles que são leitores verdadeiros de ficção possuem um capacidade maior de desenvolver a “teoria da mente”, habilidade de aceitar e conviver com outras opiniões e crenças além das suas. Segundo o estudo, os leitores desenvolvem essa habilidade porque são capazes de vivenciar diversas situações por outros olhos, ou seja, de diferentes ângulos.

Eles aprenderam como é ser uma mulher, e um homem. Eles sabem como é ver alguém sofrer. Eles são maduros, sábios.
Concluindo sua pesquisa ela apresenta alguns argumentos, vamos lá:
  • Eles não vão falar com você; vão conversar com você. 
Segundo ela, leitores são capazes de escrever e se expressar melhor que outras pessoas, portanto não darão respostas simples, mas sim com pensamentos profundos e rico em vocabulário.


“Faça um favor a si mesmo e namore alguém que realmente saiba como usar a língua.”

  • Eles não apenas te entendem; te compreendem. 
Segundo o psicólogo David Comer Kidd, "O que grandes escritores fazem é levar você para dentro da história, a partir da sua escrita. Na ficção literária, a incompletude dos personagens transforma sua mente para tentar entender a mente dos outros". Portanto, leitores conseguem enxergar por diversos pontos de vista, ou seja, ele pode não concordar com você, mas te compreenderá totalmente.
  • São mais sábios. 
Segundo ela, o nível das conversas serão melhores, devido ao maior vocabulário, capacidade de detectar padrões e uma boa memória.


“Se você namora alguém que lê, então você também viverá milhares de vidas diferentes.”

Ela ainda diz que a “espécie” de leitores profundos está em extinção, então se você ainda não encontrou sua cara metade, você deve se apressar!
“Se você ainda procura por alguém que te complete, que preencha o vazio em seu coração solitário, procure por essa raça que está se extinguindo. Você os encontrará em cafeterias, parques e no metrô.”
“Você os verá com mochilas, bolsas e maletas. Eles serão curiosos e sensíveis, e você saberá nos primeiros minutos de conversa com eles.”

E ai gente, concordam com a pesquisa? Deixem nos comentários!!

Como acabar de vez com aquela pilha de leituras atrasadas?


Somos viciados em livros? Sim. Compramos mais do que damos conta de ler? Sim. Temos uma pilha de livros acumulados? Sim. O que fazer? Não sei.

Não sabia! Com essas dicas, essa pilha vai diminuir rapidinho! Quer ver?




Sem ansiedade!: Sei que pode bater aquele mini desespero por ter tantos livros não lidos e querer sempre comprar mais… Mas fique calmo, porque essa ansiedade não vai te ajudar em nada, paciência é a palavra chave. Mantenha o seu ritmo, sem pressa. Afinal, qualidade é melhor que quantidade, ler bem um livro é bem melhor que ler superficialmente só pra acabar mais rápido.

Selecione e priorize!: Não adianta colocar na fila aquele livro que não te anima nem um pouco, deixa ele bem pro finalzinho, se não a fila não vai andar nunca. Priorize aqueles livros que são mais o seu tipo, pois assim a leitura fluirá mais rápido.

Leia um livro por vez!: Nada de começar 70 livros de uma vez, você não vai finalizar nenhum, ou se conseguir, não vai ter aproveitado 100% da leitura de cada um deles, se dedique a um livro de cada vez. Afinal a pressa é a inimiga da perfeição!

Organize o seu tempo!: Organização é tudo, por isso guarde sempre um pedacinho do seu dia pra ler, nem que seja uma meia horinha, já tá de bom tamanho. O importante é ler sempre que tiver tempo e o máximo que conseguir.

Se controle!: Sabemos que é frustante entrar em uma livraria e sair de mãos abanando, porém é necessário se você quiser acabar com suas pendências literárias, além de fazer bem para o seu bolso.


A Blogueira





Acompanhe

Fanpage

Instagram

Leitores

Youtube

Último Vídeo

Siga por E-mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

PróximasResenhas

Todos os Posts