Resenha: Métrica


Olá leitores !!

A resenha de hoje é do livro "Métrica" da autora Collen Hoover.


Métrica

Autor: Collen Hoover
Editora: Galera Record
Páginas: 304
Lançamento: 2013
O romance de estreia de Colleen Hoover, autora que viria a figurar na lista de best sellers do New York Times, apresenta uma família devastada por uma morte repentina. Após a perda inesperada do pai, Layken, de 18 anos, é obrigada a ser o suporte tanto da mãe quanto do irmão mais novo. Por fora, ela parece resiliente e tenaz; por dentro, entretanto, está perdendo as esperanças. Um rapaz transforma tudo isso: o vizinho de 21 anos, que se identifica com a realidade de Layken e parece entendê-la como ninguém. A atração entre os dois é inevitável, mas talvez o destino não esteja pronto para aceitar esse amor.

Seis meses após a morte do pai, Lake, sua mãe e seu irmão, se mudam para Michigan, já que sua mãe alega não estar tendo mais condições de morar no Texas.

Já na sua nova casa, ela conhece seu vizinho, Will, que mora sozinho com o seu irmão. E logo se forma um laço entre os dois.

Mas o destino pode ser muito cruel, e com eles não foi diferente. Lake passa por muitas coisas tristes e tem que amadurecer rápido demais.

Uma história linda, porém triste. Em alguns momentos do livro eu me emocionei bastante com o rumo da vida de Lake e Will.

E no meio dessa história nós podemos conhecer um pouco mais sobre Slam Poety, onde as pessoas falam o que sente, alegrias ou tristezas, não importa. Um poesia livre que fala exatamente o que você sente de mais profundo.

Esse livro se tornou um dos meus favoritos pela realidade dos fatos, por me emocionar e mexer com nossos maiores medos. 

Espero ansiosamente pela continuação.

Enfim, essa resenha ficou bem curta, porque Métrica é um livro muito bom, sem reclamação nenhuma.


Leiam. Leiam. Leiam.

Beijos!!

Resenha: Beijada por um Anjo


Beijada por um Anjo

Autor: Elizabeth Chandler
Editora: Novo Conceito
Páginas: 243
Lançamento: 2010
Beijada por um anjo é o primeiro volume da série, escrita por Elizabeth Chandler. Ivy sempre acreditou em anjos… Quando ela conhece Tristan, descobre que ele é o amor da sua vida. Quando ele morre, seu coração está quebrado e sua crença em anjos desaparece. E sem essa crença, ela é incapaz de sentir a presença de Tristan, quando ele retorna – como um anjo.Agora, Ivy está correndo um terrível perigo, e Tristan está lutando para salvá-la. Como ele conseguirá protegê-la se ela perdeu a fé em anjos? E se ele conseguir salvá-la, ele terá terminado sua missão aqui na terra e terá que partir para sempre deixando-a para trás. Afinal, Salvar Ivy seria o mesmo que perdê-la justamente quando consegue reencontrá-la?
Ivy Lyons é uma garota normal, a não ser por um pequeno detalhe, ela acredita em anjos e mantém várias estatuetas deles em seu quarto.

Tudo porque quando era mais nova, Tony, o anjo da água, a salvou de morrer afogada, e desde então ela mantém a sua fé em anjos.

Tristan é um garoto popular e é sempre rodeado por garotas em todo lugar, é óbvio, de menos por Ivy. 

Mas é justamente o grande pavor de Ivy, a água, que irá uni-los, já que Tristan é um nadador e se oferece para ensiná-la a nadar.

E é dessa forma que eles vão se aproximando um do outro até formarem um casal.

Mas esse romance todo é destruído com um acidente de carro, que infelizmente, leva a vida de Tristan.

Inconsolada, Ivy perde toda a sua crença em anjos, o que a faz deixar de conseguir sentir a presença de Tristan, agora um anjo, o que pode ser fatal, já que ela corre grande perigo.

Achei a história digna, mas fico com a sensação de que a autora não soube levá-la ao longo do livro, ou seja, uma história boa que poderia render melhores críticas.

A leitura é bem rápida, os fatos são jogados na nossa cara de uma forma muito rápida e confusa, sem contar que a narrativa não é uma das melhores também.

Mas o que salvou mesmo, foi a história em si, por ser bem instigante, me deixou curiosa para ler o próximo.


Espero que tenham gostado da resenha.
Beijos !!

Resenha: Nascida à Meia-Noite


Nascida à Meia-Noite

Autor: C.C. Hunter
Editora: Jangada
Páginas: 320
Lançamento: 2011
Kylie Galen está na pior. Seus pais vão se divorciar, seu namorado acaba de romper com ela e uma noite, depois de ser presa por estar na festa errada, com as pessoas erradas e na hora errada, é enviada pela mãe para Shadow Falls – um acampamento para adolescentes problemáticos, localizado numa cidade chamada Fallen, no meio de uma misteriosa floresta. Isso muda sua vida para sempre. Poucas horas depois de chegar, ela descobre, assustada, que seus colegas não são apenas “problemáticos”. Kylie nunca se sentiu normal, mas também não se considera como uma daquelas aberrações paranormais. Ou será que ela é? Em Shadow Falls, vampiros, lobisomens, metamorfos, bruxas e fadas aprendem juntos a desenvolver seus poderes, controlar sua magia e viver no mundo normal. No entanto, as coisas tomam um rumo diferente quando dois carinhas interessantes entram em cena. Derek, um fae que possui poderes mágicos, quer a todo custo ser seu namorado e Lucas, um lobisomem com quem ela partilha um passado secreto. De início, tudo o que Kylie deseja é sair de Shadow Falls e voltar para casa. Porém, com Derek e Lucas ocupando um lugar cativo em seu coração e depois de descobrir que ela própria tem estranhos poderes, talvez sua vida nunca mais volte a ser a mesma...

Nascida à meia-noite é o primeiro livro da saga Acampamento Shadow Falls e tem como protagonista Kylie Gallen.

Uma adolescente que está passando por vários problemas pessoais, o rompimento do seu namoro com Trey, o divórcio dos pais e para piorar sua mãe decide mandá-la para um acampamento de férias.

Nada podia estar pior, ou mais tedioso do que ser mandada para um acampamento, a não ser que esse acampamento esteja repleto de seres sobrenaturais.

Vampiros, lobisomens, fadas, bruxas, metamorfos aprendem lá como sobreviver e lidar com os seus dons.

Acontece que Kylie tem repulsa a sangue, definitivamente não possui dons de magia, e muito menos consegue se transformar em lobisomem. A única coisa anormal que acontece com ela é enxergar um fantasma.

Ou seja, além de descobrir que seres sobrenaturais existem e que provavelmente ela é uma, Kylie não se enquadra em nenhum grupo presente no acampamento.

Como se não bastasse isso, ela ainda conhece Derek (um fae) e Lucas (um lobisomem) que não lhe é estranho, e fica em uma indecisão daquelas entre os dois.

Portanto, Kylie busca compreender o seu passado e todos os mistérios que envolvem o acampamento Shadow Falls, e também entender os seus sentimentos.

Eu gostei bastante da história, é bem envolvente e criativa. Nada a reclamar da história, pelo contrário, estou louca para ler o próximo!

Resenha: Garota Infernal


Olá leitores, como estão indo?

Hoje trago para vocês a resenha do livro Garota Infernal, uma adaptação do roteiro de Diablo Cody.

Garota Infernal

Autor: Diablo Cody
Editora: Galera Record
Páginas: 188
Lançamento: 2009
Livro de Audrey Nixon, baseado no roteiro de Diablo Cody, a ganhadora do Oscar de melhor roteiro original pelo filme "Juno". O livro conta a história de Jennifer, uma popular líder de torcida que, após um ritual, é possuída por entidades demoníacas e passa a assassinar os garotos da cidade e se alimentar de seus corpos. Cabe à melhor amiga de Jennifer impedir seus ataques e ir atrás da banda de rock responsável por iniciar a transformação de Jennifer.

Confesso que só li este livro porque gostei bastante do filme, mas enfim, o livro foi bem fiel, nada a reclamar enquanto a isso.

A história é sobre Needy e Jennifer, melhores amigas com personalidades totalmente opostas. Jennifer é popular e bastante sensual, já a Needy é uma garota estudiosa que não gosta muito de ser o centro das atenções.

Tudo muda quando uma banda chega a cidade para fazer o seu show, e Jennifer arrastar Needy com ela, mas durante o show um incêndio acontece e felizmente ela e a Jenn conseguem fugir, e os caras da banda também.

No meio da confusão, Needy assustada resolve voltar logo pra casa enquanto Jenn aceita uma carona com os caras da banda.

E logo depois coisas estranhas começam a acontecer na cidade, e vários garotos são encontrados mortos.

O que intriga Needy é que todos esses garotos tinham uma queda pela Jennifer, e que ela estava bem esquisita nesses últimos tempos.

O que será que aconteceu com a sua amiga? E qual é a relação dela com esses assassinatos?

Needy começa a investigar e acaba se envolvendo demais, a ponto de enlouquecer e se tornar uma garota totalmente diferente, rebelde, violenta e vingativa.

Eu gostei muito do livro, achei a narrativa bem leve e gostosa. Um super complemento para quem já assistiu o filme.


Beijos!!!

Resenha: Lua Azul - Os Imortais


Olá leitores !!! Como estão??

Hoje tem resenha do livro "Lua Azul" segundo volume da série "Os Imortais" da autora Alyson Noël.



Lua Azul

Autor: Alyson Noël
Editora: Intrínseca
Páginas: 246
Lançamento: 2010
Ever é agora uma imortal. Iniciada nesse mundo desconhecido e sedutor por seu eterno amado, Damen, está empenhada em conhecer e dominar suas novas habilidades, mas algo terrível começa a acontecer. Acometido por uma doença misteriosa que ameaça, inclusive, sua memória, Damen não percebe que seus poderes se estão esvaindo – enquanto Ever se sente cada vez mais forte.
Desesperada para salvá-lo, ela viaja até a dimensão mística de Summerland, onde não apenas toma conhecimento da misteriosa história de Damen, brutal e torturante, mas também tem acesso aos segredos que regem o Tempo.
Com a lua azul que se aproxima, anunciando uma oportunidade única de se projetar para o passado ou para o futuro, Ever é forçada a decidir entre voltar no tempo e impedir o acidente que tirou a vida de toda a sua família ou ficar no presente e salvar Damen, que parece definhar a cada dia.
Todo mundo sabe que 'os imortais' é uma das séries mais polêmicas de todos os tempos. Por que? 

Porque ao mesmo tempo que algumas pessoas odeiam outras amam. Mas e eu ? Odeio ou amo?

Nenhum dos dois, vou ficar em cima do muro mesmo. Porque não é aquela série que você lê e diz 'uau', mas também não é um lixo como muitos julgam ser.

Eu fico triste quando alguém chama uma obra, seja ela qual for, de lixo. Poxa! O livro não é tão ruim assim, e quando nós fazemos uma resenha, temos que avaliar tudo, tudo mesmo. Os dois lados da moeda. E não tem como o livro ser todo ruim, mesmo que não nos identificamos com ele.

Lua Azul, na minha opinião foi bem melhor do que o primeiro da série. Para Sempre foi um livro mal construído e nada original, e ganhou apenas 3 estrelinhas. Já em Lua Azul teve acontecimentos mais originais, não é aquela coisa previsível do primeiro livro. Teve mais ação e mais mistério, além de ser bem mais esclarecedor. 

E ele conseguiu tirar aquela impressão que eu tinha de ser um livro baseado em outro. 

No primeiro livro como eu disse, os fatos não eram nada originais, e muita gente inclusive eu, comparávamos a semelhança do livo com outros, como por exemplo: 'Crepusculo', 'Diarios do Vampiro', 'Hush Hush' e etc ... Justamente pelo fato das histórias serem bem semelhantes.

Mas agora em Lua Azul, a história toma outros rumos, fica mais empolgante...

Mas então quer dizer que não tem pontos negativos no livro? 

É claro que tem, mas as qualidades sobressaíram, o que não implica na omissão dos pontos negativos do livro. Então vamos lá, foram dois pontos que deixaram extremamente irritada:

1- A autora encheu muita linguiça, ou seja, colocou muita coisa desnecessária, o que as vezes deixou a leitura um pouco cansativa.
2- A protagonista regrediu em termos de personalidade, ou seja, está bem mais fútil do que antes e continua tomando atitudes precipitadas.

Calma que agora vou explicar tudo direitinho pra vocês.

No incio, tudo anda a mil maravilhas entre Ever e Damen, ela agora já é uma imortal e ele fica dando aulas para ela de como controlar e usar seus poderes recém adquiridos.

Porém tudo muda com a chegada de um garoto na escola, Roman, que encanta á todos, de menos á Ever. De cara ela desconfia que algo de errado está acontecendo, porque Damen começa a perder os seus poderes e fica cada vez mais distante e frio com ela.

Então ela vai para Summerland tentar encontrar uma cura para o seu amado, e na Lua Azul ela terá a oportunidade de viajar no tempo, para o futuro ou para o passado.

Escolher entre encontrar uma cura para Damen ou evitar o acidente que causou a morte de sua família.

O final deixou uma brecha imensa para o próximo livro e eu estou ansiosa pela continuação.

O maior problema mesmo foi a imaturidade de Ever, essa ai parece que não aprende mesmo, continua fútil e precipitada, não faz uma escolha certa, coitada !!

Tomara que nos próximos livros ela cresça e amadureça.

Em suma, o livro é bom em termos de criatividade e originalidade.


Espero que tenham gostado da resenha ...
Beijos e até mais !!!

Resenha: Romeu Imortal


Oi gente linda !!! Esses últimos tempos estou muito animada e inspirada para fazer resenhas (ebaa), e hoje a resenha é do livro "Romeu Imortal" da autora Stacey Jay.

Romeu Imortal 

Autor: Stacey Jay
Editora: Editora Novo Conceito
Páginas: 319
Lançamento: 2012
Amaldiçoado a viver por toda a eternidade em seu espectro, Romeu, conhecido por seus modos rudes e assassinos, recebe uma chance de se redimir viajando de volta no tempo para salvar a vida de Ariel Dragland. Sem saber, Ariel é importante para os dois lados, os Mercenários e os Embaixadores, e tem o destino do mundo nas mãos. Romeu deve ganhar seu coração e fazê-la acreditar no amor, levando-a contra seu potencial obscuro antes de ser descoberto pelos Mercenários. Enquanto sua sedução se inicia como outra mentira, logo ela se torna sua única verdade. Romeu jura proteger Ariel de todo o mal, e fazer qualquer coisa que for preciso para ganhar seu coração e sua alma. Mas quando Ariel se decepciona com ele, ela fica vulnerável à manipulação dos Mercenários, e sua escuridão interna poderá separá-los para sempre.
Romeu Imortal é o segundo livro da autora publicado aqui no Brasil. O primeiro se chama "Julieta Imortal", e inclusive já tem resenha aqui no blog. Confira!

O foco agora é em Romeu e por trair os Mercenários ele se encontra condenado a viver em um corpo em decomposição, até que é encontrado pela Enfermeira de Julieta que lhe dá uma chance de viver novamente, como um Embaixador. Tudo o que ele tem que fazer é conquistar o coração de Ariel.

Mas essa missão é quase impossível porque ele está no corpo de Dylan, um garoto que apostou com os amigos que dormiria com Ariel e ela acabou descobrindo, e também porque ele tem apenas três dias para conquistá-la.

Mas ele é capaz de fazer tudo para não voltar para aquele corpo em decomposição, até matar novamente.

A única coisa que Romeu não previa era que ele se apaixonasse por Ariel. 

Nessa condição, ele teme pelo futuro dela e o que pode acontecer depois que ele se tornar um Embaixador e deixar o corpo de Dylan.

Eu gostei muito mais de Romeu Imortal do que o primeiro livro, Julieta Imortal. A narrativa melhorou bastante, os personagens estão bem construídos, além de ser bem mais esclarecedor.

Se você já leu e gostou de Julieta Imortal, por favor leia Romeu Imortal que você com certeza vai amar.

Agora se você leu e não gostou de Julieta Imortal, leia do mesmo jeito, porque é bem melhor.

E se você ainda não leu nenhum dos dois, o que está esperando pra começar?


Espero que tenham gostado da resenha !!
Beijos e até a próxima ...

Resenha: Em Chamas


Olá gente!!! 

Hoje tem resenha do segundo livro da trilogia Jogos Vorazes da autora Suzanne Collins.

Em Chamas

Autor: Suzanne Collins
Editora: Rocco
Páginas: 413
Lançamento: 2011
Depois da improvável e inusitada vitória de Katniss Everdeen e Peeta Mellark nos últimos Jogos Vorazes, algo parece ter mudado para sempre em Panem. Aqui e ali, distúrbios e agitações dão sinais de que uma revolta é iminente. Katniss e Peeta, representantes do paupérrimo Distrito 12, não apenas venceram os Jogos, mas ridicularizaram o governo e conseguiram fazer todos - incluindo o próprio Peeta - acreditarem que são um casal apaixonado. A confusão na cabeça de Katniss não é menor do que a das ruas. Em meio ao turbilhão, ela pensa cada vez mais em seu melhor amigo, o jovem caçador Gale, mas é obrigada a fingir que o romance com Peeta é real. Já o governo parece especialmente preocupado com a influência que os dois adolescentes vitoriosos - transformados em verdadeiros ídolos nacionais - podem ter na população. Por isso, existem planos especiais para mantê-los sob controle, mesmo que isso signifique forçá-los a lutar novamente.

O melhor livro da trilogia!

Depois de uma batalha sangrenta em Jogos Vorazes, Katniss e Peeta conseguiram finalmente voltar para o Distrito Doze.

Agora tudo que eles querem é ter uma vida tranquila e esquecer o que aconteceu na arena, mas isso não será tão fácil assim, já que muitas pessoas em vários distritos estão começando uma rebelião, devido ao fato de Katniss e Peeta terem desafiado a Capital ao saírem os dois como vitoriosos.

Durante o Tour dos Vitoriosos, eles terão que provar para todos que o que eles fizeram não foi um ato de revolta e sim pelo fato de estarem super apaixonados e não conseguirem viver sem o outro.

Mas aos olhos do Presidente Snow, o que eles fizeram não foi o suficiente. 

A cada 25 anos é comemorado o Massacre Quaternário, onde a capital realiza uma edição especial dos Jogos. E nessa edição os tributos serão escolhidos a partir do rol de vencedores de cada distrito. Um homem e uma mulher. Ou seja, como Katniss é a única vencedora de seu distrito terá que volta para a arena.

O que será que acontecerá nesta nova batalha? Será que ela ou Peeta conseguirá sair vivo de um combate com os vencedores de edições passadas?

Com um final surpreendente repito o que disse no começo desta resenha: O Melhor Livro da Trilogia.

Se você já leu Jogos Vorazes não perca tempo e leiam Em Chamas !!

A Blogueira





Acompanhe

Fanpage

Instagram

Leitores

Youtube

Último Vídeo

Siga por E-mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

PróximasResenhas

Todos os Posts