Resenha: Estilhaça-me


Olá leitores !!!

Hoje trago para vocês mais uma resenha ... "Estilhaça-me" da autora Tahereh Mafi.

Estilhaça-me

Autor: Tahereh Mafi
Editora: Novo Conceito
Páginas: 302
Lançamento: 2012
Juliette não toca alguém a exatamente 264 dias. A última vez que ela o fez, que foi por acidente, foi presa por assassinato. Ninguém sabe por que o toque de Juliette é fatal. Enquanto ela não fere ninguém, ninguém realmente se importa. O mundo está ocupado demais se desmoronando para se importar com uma menina de 17 anos de idade. Doenças estão acabando com a população, a comida é difícil de encontrar, os pássaros não voam mais, e as nuvens são da cor errada. O Restabelecimento disse que seu caminho era a única maneira de consertar as coisas, então eles jogaram Juliette em uma célula. Agora muitas pessoas estão mortas, os sobreviventes estão sussurrando guerra – e o Restabelecimento mudou sua mente. Talvez Juliette é mais do que uma alma torturada de pelúcia em um corpo venenoso. Talvez ela seja exatamente o que precisamos agora. Juliette tem que fazer uma escolha: ser uma arma. Ou ser um guerreiro.

OMG !!! Três letrinhas para definir minha impressão sobre esse livro ...

Até agora é a minha distopia favorita !! (fãs de Jogos Vorazes não me matem) 

Apesar da capa ser linda, o livro ficou bastante tempo na minha estante sem nenhuma atenção, até que um dia resolvi ler e ver no que ia dá, mas sem nenhuma expectativa.

Porém, eu não contava que o livro iria me surpreender tanto assim, e depois de algumas páginas estava completamente presa e viciada na história.

Estilhaça-me é narrado em primeira pessoa pela Juliette (adoro esse nome), e ela está aprisionada há 264 dias, completamente sozinha, sem falar ou ver ninguém. Isso porque ela é considerada uma ameaça, e há aqueles que a consideram uma aberração, um monstro ... 

Porém o Restabelecimento tem planos para ela, planos de usá-la a seu favor.

Lembrando que o Restabelecimento é um governo muito autoritário, e eles querem recriar um novo mundo, prometendo melhoras para o povo que vive em extrema escassez de alimentos, aguá, energia e etc ... 

Juliette nunca teve uma vida normal e nunca pode tocar em outra pessoa, porque seu toque é letal poder. Até que um garoto chamado Adam entra em cena. 

Aquele mocinho lindo e sexy que entra na história para confundir e explodir os sentimentos das leitoras da Juliette e também para desenrolar a história.

A narrativa é maravilhosa !!!

Muita gente não gostou da forma como a autora repetia as palavras, mas eu adorei !! Porque é uma forma da autora mostrar as emoções ou sentimentos mais intensificados da Juliette, e outra coisa que me impressionou foi as palavras riscadas, porque nos mostra alguns conflitos internos que a Juliette tem e que ela mesma não se permite acreditar ou quando ela quer reprimir algum pensamento que ela julga errado. 

Os personagens são bem construídos, e eu me identifiquei com todos até com o Warner. 

Sim, eu gostei do Warner. Não sei explicar porque, embora ele seja um vilão louco e perturbado, eu consegui me identificar com ele, sei lá, acho que é porque lá no fundo, bem no fundo mesmo, ele não é essa pessoa que ele demonstra ser.

Outra coisa bem legal, é que a nós podemos perceber claramente o amadurecimento da Juliette ao longo do livro, no começo ela é bem conflitante e confusa, o que vai melhorando aos poucos.

Enfim, eu adorei a história. A capa está perfeita. A diagramação está linda. A narrativa, como eu já disse, está maravilhosa. Os personagens impecáveis. O romance desse livro é simplesmente viciante, embora tenha partes que fica meio enjoativo. E a história é cativante !!!

Então é isso, espero que vocês tenham gostado da resenha !! 
E agora quero saber de vocês, o que acharam do livro ??
Beijos !!

Especial: Hazel Grace e Augustus Warters


Olá leitores !!

Como vocês sabem eu AMEI o livro "A Culpa é das Estrelas", então eu resolvi fazer um post especial com imagens e mensagens retiradas do google e do livro respectivamente, dos principais personagens do livro, A Hazel e o Gus.



















Gostaram ?? Porque eu amei as imagens !! Hehe

Resenha: A Maldição do Tigre


Olá leitores !!!

Hoje trago para vocês mais uma resenha ... E dessa vez o livro resenhado se chama "A maldição do tigre" da autora Collen Houck.


A Maldição do Tigre

Autor: Collen Houck
Editora: Arqueiro
Páginas: 342
Lançamento: 2011

Kelsey Hayeeeeeeeeeeees perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele. O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço. Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem.

Acho que esse livro me impressionou muito pelo fato de ser uma história original e que abrange vários estilos de literatura. Tem romance, tem aventura, tem mistério e tem mitologia.

Não sei se vocês sabem, mas eu amo mitologias !!!

Bem, o livro conta a história da Kelsey, uma garota que arruma um emprego em um circo onde tem um espetáculo com um famoso tigre branco. E desde o inicio ela sente "atraída" pelo tigre ....
Aqueles olhos eram hipnóticos. Eles se fixaram em mim, quase como seu o tigre estivesse examinando a minha alma.
Até que um homem misterioso aparece no circo, compra o tigre e a convida para ir com ele para cuidar do tigre na viagem até a Índia. 

Mas o que a Kelsey não sabia na verdade, é que seu belo tigre de olhos azuis é na verdade um príncipe indiano que foi amaldiçoado há mais de 300 anos, e que ela é a única capaz de quebrar essa tal maldição.

E aí ela embarca nessa aventura para quebrar a maldição e ajudar Ren (o tigre/homem).

Como eu disse, ela já estava se sentido atraída pelo tigre, e quando descobre que ele é na verdade um homem, os sentimentos dela ficam meio confusos, porque perto do tigre ela se sente protegida, acolhida e etc .... (como se fosse o seu bichinho de estimação) e pelo homem, era um sentimento mais "complexo" que ela soube definir, mas não soube aplicar.
O que eu sentia por ele parecia complicado demais para definir, mas logo se tornou óbvio para mim que a emoção mais forte que eu sentia, a que estava agitando o meu coração era ... amor.
Durante o livro, eu fiquei com muita raiva da Kelsey, porque em algumas partes do livro ela é muito chata !!

Mas apesar disso, o livro é muito bom !!! A capa é linda e a narrativa é razoável !!!


Espero que tenham gostado da resenha e deixe seus comentários aqui em baixo, pra eu poder ver a opinião de vocês. Beijos !!!

Nova Parceria: Carina Corá


Olá leitores !!! 

O blog fechou uma parceria com a autora de "Memórias Fictícias", Carina Corá.

Conheça um pouco mais sobre a autora :


foto_redimencionado

Carina Zatti Corá nasceu em Caxias do Sul, RS em 12 de fevereiro de 1993. Escreve contos e peças de teatro há anos. Iniciou o desenvolvimento do livro Memórias Fictícias ainda no Ensino Médio e o concluiu em seu intercâmbio na Dinamarca. Lá criou um blog como diário virtual com dicas para futuros intercambistas. Sempre buscando a escrita, cursa Teatro na Universidade Federal do Rio Grande do Sul onde trabalha como bolsista na área de recepção teatral e criação dramatúrgica. Em 2012, a Editora Novo Século proporcionou a oportunidade de publicação do primeiro livro da autora.


Facebook | E-mail | Site | Issuu

Conheça um pouco mais sobre a sua obra:

Memórias Fictícias


Quatro diários. Três seres. Uma busca em comum: chegar à superfície da realidade. Uma torre, um lago de cristal, olhos de universo presentes em tempos diversos, em vidas cruzadas e em memórias fictícias. Um mundo imaginário perdido no limbo de uma casa que abrigara relações misteriosas de uma família. Até que ponto suas memórias são verdadeiras? Através dos relatos de Coralina de Lilá, Bianca Giacomina e Érus atravessamos o fino limiar entre realidade e ficção. Skoob
Bom, então é isso galera !! Estou muito feliz com a nova parceria ... Bjkas

Resenha: A Culpa é das Estrelas


Olá leitores !!!

Hoje trago para vocês mais uma resenha ... E dessa vez o livro se chama "A Culpa é das Estrelas", do autor John Green.


A Culpa é das Estrelas

Autor: John Green
Editora: Intrínseca
Páginas: 283
Lançamento: 2012
A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.
Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar.



Como não amar esse livro ?
Como não amar a Hazel ?
Como não amar o Gus ?

A gente ri, chora, se diverte, se emociona e não se cansa de continuar lendo ...Eu adorei o livro, é uma história linda linda linda !! 

É narrado em primeira pessoa pela protagonista Hazel que é mais uma vítima do câncer, e que desde aos 13 anos vive lutando contra ele e se sentindo deprimida e sem motivação, mas que não abandona seu fiel amigo: Uma Afiliação Imperial, livro que ela já havia relido várias vezes ....

Em uma reunião do grupo de apoios, ela conhece Augustus Waters, um garoto lindo que também tem câncer. 

E é daí que se desenrola toda a história ... 

Os dois lutando contra o câncer, lutando contra a morte, mas de uma forma muito "diferente", uma forma engraçada e cativante. Eles sabem que um dia o câncer irá vencer, mas eles continuam lutando de uma maneira natural, eles encaram a morte como se fosse algo simples, o que nos traz a mensagem de como a vida é importante.    

Não é um romance meloso e clichê, pelo contrário, é uma história realista, um romance emocionante e maravilhoso !!!

Então se você está a procura de um romance alegre, colorido, e "felizes para sempre", não leia A Culpa é das Estrelas. 

Eu amei o livro e quero saber a opinião de vocês !! O que vocês acham da história ??


Espero que tenham gostado da resenha, Bjkas !!!

Resenha: Jogos Vorazes


Olá leitores !!!

Andei um pouquinho sumida, mas estou de volta e cheia de resenhas pra vocês !! heee

A primeira delas é o primeiro volume de uma trilogia da autora Suzanne Collins, "Jogos Vorazes".

Jogos Vorazes


Autor: Suzanne Collins
Editora: Rocco
Páginas: 397
Lançamento: 2010
Após o fim da América do Norte, uma nova nação chamada Panem surge. Formada por doze distritos, é comandada com mão de ferro pela Capital. Uma das formas com que demonstram seu poder sobre o resto do carente país é com Jogos Vorazes, uma competição anual transmitida ao vivo pela televisão, em que um garoto e uma garota de doze a dezoito anos de cada distrito são selecionados e obrigados a lutar até a morte! Para evitar que sua irmã seja a mais nova vítima do programa, Katniss se oferece para participar em seu lugar. Vinda do empobrecido distrito 12, ela sabe como sobreviver em um ambiente hostil. Peeta, um garoto que ajudou sua família no passado, também foi selecionado. Caso vença, terá fama e fortuna. Se perder, morre. Mas para ganhar a competição, será preciso muito mais do que habilidade. Até onde Katniss estará disposta a ir para ser vitoriosa nos Jogos Vorazes?

O que dizer sobre esse livro? Simplesmente A-D-O-R-E-I e D-E-V-O-R-E-I o livro inteiro.

Não é um dos melhores, mas superou todas as expectativas. 

A Suzanne conseguiu criar uma história brilhante, com um enredo maravilhoso !!!

O livro é narrado em primeira pessoa, pela Katniss, uma adolescente de 16 anos que mora no distrito 12 em Panem, um novo pais situado nas antigas terras da América do Norte.

São ao total 12 distritos mais a capital, e como uma forma de reprimir rebeliões, o governo criou os temidos Jogos Vorazes, onde 24 tributos, uma menina e um menino de cada distrito, são levados para uma arena para lutarem até a morte, restando apenas um vencedor.

O distrito 12 é o mais precário dentre os outros e raramente alguém de lá vencia os jogos, que eram temidos por todos e por todas sem exceções.

E para evitar que sua irmã mais nova entre para os Jogos Vorazes, a Katniss se oferece para ir em seu lugar e junto com ela Peeta, um garoto que havia ajudado ela no passado, também é levado para os jogos vorazes.

A narrativa é muito gostosa e os personagens são bem construídos  assim como o contexto em que habitam é repleto de detalhes que nos prendem cada vez mais.

Será que Katniss ou Peeta tem chances de vencer os Jogos Vorazes ??

P.S.: Não vi o filme ainda, alguém poderia me dizer se ele é fiel ao livro??


Espero que tenham gostado da resenha e desculpem-me por ter ficado esse tempo todo sem postar ....

Beijos !!!

Nova Parceria: Luís Delgado


Olá leitores !!! Fico muito feliz em anunciar mais uma parceria com autores aqui do blog. O autor da vez se chama Luís Delgado e já escreveu várias obras, dentre elas, o mais recente lançamento "O Violinista".

Conheça um pouco mais sobre o autor :



Nascido em 06 de abril de 1984 na cidade de Porciúncula-RJ, Luís Delgado estreou no mundo literário, profissionalmente, no ano de 2008 ao publicar, simultaneamente, suas três primeiras obras: “De repente Outubro”, “O Natal do Faraó” e “Terra Consagrada”. Dois anos depois, veio a publicar “O Marquês”, uma obra que herdou o tom misterioso de suas antecessoras, mas inovou ao mergulhar de maneira poética em um drama espiritual. Após algum tempo longe do cenário, por encerrar os contratos com as primeiras editoras, o autor ressurge com o romance “O Violinista”, um livro que marca uma renovação constante e revela a ousadia de experimentar novos caminhos, tanto no gênero como na narrativa. Afinal, em Literatura, assim como em Alquimia, ousar é necessário.

Conheça um pouco mais sobre uma de suas obras: 

 

Os séculos precedentes testemunharam o nascimento de uma ciência divina, como, também, o trabalho de tantos mestres em manter tal conhecimento longe de olhos imprudentes. Porém, recentemente, muitos selos começaram a ser quebrados. A escola anciã começou a ensinar abertamente outra vez, e de maneira intensa.
O Violinista torna-se, assim, uma proposta de encontro entre o clássico e o moderno, uma resposta àqueles que julgaram os antigos por primitivos, e, acima de tudo, a afirmação do poder natural do homem, verdadeiro titã adormecido.
Algo de fábula, poemas em prosa e símbolos da velha Arte tornam a obra, verdadeiramente, um romance alquímico.
Uma jornada arquetípica pelo Corpo de Luz em uma narrativa aos domínios da alma, encantando o leitor através da saga de Hélio, em sua busca para livrar a vila de Áurea de uma terrível ameaça.

Então é isso. Que a parceria renda bons frutos !!!
Beijos e espero que tenham gostado da nóticia.
Em breve resenha ...

Resenha: Para Sempre


Olá leitores !! Hoje trago para vocês a resenha de um livro que vem sendo bem criticado (negativamente) pelas pessoas que já leram. Pra quem não conhece, ele se chama "Para Sempre", primeiro livro da saga "Os Imortais", da autora Alyson Noel.




Autor: Alyson Noel
Editora: Intrínseca
Páginas: 255
Lançamento: 2009
Ever Bloom tinha uma vida perfeita: era uma garota popular, acabara de se tornar líder de torcida do principal time da escola e morava numa casa maravilhosa, com o pai, a mãe, uma irmãzinha e a cadela Buttercup. Nada no mundo parecia capaz de interferir em sua felicidade, o céu era o limite! Até que um desastre de automóvel transformou tudo em um pesadelo angustiante. Ever perdeu toda a sua família. Mudou de cidade, de escola, de amigos, e agora, além de todas essas transformações em sua vida, ela precisa aprender a conviver com uma realidade insuportável: após o acidente, ela adquiriu dons especiais. Ever enxerga a aura das outras pessoas, pode ouvir seus pensamentos e, com um simples toque, é capaz de conhecer a vida inteira de alguém. É insuportável. Ela foge do contato humano, esconde-se sob um capuz e não tira dos ouvidos os fones do i-pod, cujo som alto encobre o som das mentes a seu redor. Até que surge Damen. Tudo parece cessar quando ele se aproxima. Só ele consegue calar as vozes que a perturbam tão intensamente. Ever não entende o porquê disso, mas é incapaz de resistir à paz que ele lhe proporciona, à sensação de, novamente, ser uma pessoa normal. Ela não faz ideia de quem ou o quê Damen realmente é. Sua única certeza é estar cada vez mais envolvida... e apaixonada.

Entendam, eu não achei o livro ruim, mas não foi um livro surpreendente. Eu achei ele muito parecido com outros, quase uma mistura de várias séries que eu já li. 

Eu acho que o fato de muitas pessoas que leram esse livro já terem lido outros muito parecidos, teve certa resistência diante ao mesmo. Eu percebi que muitas pessoas que gostaram mesmo do livro, nunca tinham lido "Hush Hush" ou "Diários de Vampiro" (que na minha opinião se assemelha muito ao livro).

Não foi uma leitura incrível, mas foi agradável e bacana.

Conta a história de Ever, que é a única da família que sobrevive á um acidente de carro, e desde daí se ver diante de poderes sobrenaturais, além de consegui enxergar a aura das pessoas e ouvir pensamentos, ela consegue conversar com sua irmã morta.

No inicio do livro, nos é apresentado a rotina de Ever na escola, e seus poucos amigos: Miles e Haven.

Lembrando que é uma fantasia romântica muito clichê e previsível, mas que não atrapalha no desenvolvimento do livro.

Tudo muda com a chegada do "bad-boy" Damen (muito parecido com "Damon"), e como já se era bem esperado, ela se apaixona por ele, pios além de ser bonitão e bla-bla-bla, quando eles estavam próximos ou alguma coisa parecida, ela não ouvia os pensamentos de ninguém, se tornando "livre" dessa angustiante vida (lembrando que ela é rica, tem um quarto maravilhoso, tem carro e ainda consegue reclamar da vida), ou seja, ele traz paz e segurança para a vidinha "tristonha e infeliz" que ela diz ter.

E ao longo do livro, ela vai descobrindo mais sobre Damen e sobre si mesma.

Relembrando mais uma vez, quero deixar claro que eu gostei do livro, porque mesmo já sabendo mais ou menos como as coisas acontecerão e mesmo que a história não seja nada original, ela acaba sendo envolvente e eu consegui me apegar á história e aos seus personagens.

Vi resenhas dizendo que este era o melhor livro da série, e que os próximos só vão piorando e tal. Não sei dizer se é verdade, vou ler o segundo em breve e depois conto para vocês.

P.S.: Alguém de vocês já leram esse livro?? Se sim, alguém poderia por favor, me explicar aquela cena em que a Ever mata aquela fulaninha que eu esqueci o nome ?? Porque eu não entendi nada !! haha

A Blogueira





Acompanhe

Fanpage

Instagram

Leitores

Youtube

Último Vídeo

Siga por E-mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

PróximasResenhas

Todos os Posts